Quinta-feira, 13 de Novembro de 2008

CANÇÃO DO VENTO

 CANÇÃO DO VENTO

 
  
O Vento canta
Uma canção distante,
Levanta a areia da praia
E tudo rodopia à sua volta,
Naquelas tardes quentes
De águas tão frias,
Brilhantes
Cantantes
Coloridas
Da cor do Dia.
 
Leva para longe
A nostalgia
Deixa um areal diferente
E sinto quanto caminhas
Ao som desse Vento.
 
A areia ondula …
Mostra tesouros
Jóias do Mar e da Terra
E aquele Vento
Quente
Agreste
Rodopia contigo.
 
Vejo o arvoredo
Ondeando levemente
E as ondas sussurram
Reflectindo o Firmamento.
 
Alguém a contar
A tentar lembrar
A tua história.
 
E sempre os Poetas
Santos e Eremitas,
Escutam …
Como Eles sabem escutar …
 
E o teu falar
Levado nas ondas do Mar
Agitado e convulso
E o Vento
De Terras distantes …
 
É teu e um pouco,
Meu …
Para além de tudo! …
 
Maria Luísa Adães
Blog da autora, ver aqui:
http://prosa-poetica.blogs.sapo.pt/2008/04/
publicado por João Chamiço às 22:08
link do post | comentar | favorito
|
8 comentários:
De M.Luísa Adães a 14 de Novembro de 2008 às 09:13
João

O poema está muito bem escolhido; é meu e
faz parte do Livro editado pela" hugin Editores Lda. com o nome :

Arrábida, Serra, Mar e Vento de:

Maria Luísa Maldonado Adães

prefácio do Dr. A. Matos Fortuna

Quinta do Anjo - Casal dos Cantos
(Parque Natural da Arrábida)

Vésperas de S. Tiago - 2000

Podes colocar, sem receio, o meu verdadeiro nome, tens todos os tópicos em relação ao Livro editado.

Agradeço, comovida, o teu gosto, a tua amizade e gentileza. Não esqueço a sabedoria
com que o colocaste, no teu Blogs "Poetas de Almeirim"

Obrigada, joão Chamiço

Maria Luísa M. Adães
De poetaporkedeusker a 19 de Novembro de 2008 às 17:08
E eu ando com tanto que fazer que me "escapou" este poema que levou a Arrábida até Almeirim.
Não vou à Arrábida desde muito pequenina. Quando lá ia, devia ter os meus cinco ou seis anos...
Abraço grande para ti e para a autora.
De M.Luísa Adães a 22 de Janeiro de 2009 às 11:31
João

Obrigada por continuares a acreditar na "Canção do Vento".

Beijos,

Maria Luísa
De João Chamiço a 22 de Janeiro de 2009 às 22:29
Eu acredito sim, nas palavras de quem a elas se entrega em momentos da inspiração como esses.
Bjs
De M.Luísa Adães a 23 de Janeiro de 2009 às 20:18
João

Obrigada por acreditares e seres meu Amigo.

Um Bom Ano para ti e Familia.

Beijos,

Mª. Luísa
De M.Luísa Adães a 14 de Fevereiro de 2009 às 10:10
João

Sempre fiel aos seus ideais; confie no Vento
como força cósmica que enche todo o universo, inclusive a sua próppia pessoa e ele
lhe confie, sempre, o bom humor e espirito de humanidade.

Gostei de me encontrar nesta casa e tenha paciência com os companheiros da sua jornada na terra, como eu.

Bºs, M. Luísa
De João Chamiço a 14 de Fevereiro de 2009 às 19:23
Senpre, sempre grato por todos os comentários e muiito gosto em receber por cá toda a gente. Um obrigado especial a ti. Bom fim de semana.
De M.Luísa Adães a 14 de Fevereiro de 2009 às 19:47
João

Obrigada pelas tuas palavras!

Bom-fim de semana e vai dando noticías.

beijos,

Mª. Luísa

Comentar post

.mais sobre mim

.Agosto 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. JOÃO SILVESTRE

. ROSILDO OLIVEIRA

. FERNANDO NEVES DIAS

. NÃO MORRO, PRA NÃO MORRER...

. MOVIMENTO - ROSILDO OLIVE...

. JOSÉ LIMA DE ANDRADE

. FALECEU MATIAS VERÍSSIMO

. CANÇÃO DO VENTO

. PALÁCIO DE...

. ...

.arquivos

. Agosto 2011

. Novembro 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Junho 2009

. Janeiro 2009

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

.tags

. todas as tags

.links

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds