Quinta-feira, 13 de Novembro de 2008

CANÇÃO DO VENTO

 CANÇÃO DO VENTO

 
  
O Vento canta
Uma canção distante,
Levanta a areia da praia
E tudo rodopia à sua volta,
Naquelas tardes quentes
De águas tão frias,
Brilhantes
Cantantes
Coloridas
Da cor do Dia.
 
Leva para longe
A nostalgia
Deixa um areal diferente
E sinto quanto caminhas
Ao som desse Vento.
 
A areia ondula …
Mostra tesouros
Jóias do Mar e da Terra
E aquele Vento
Quente
Agreste
Rodopia contigo.
 
Vejo o arvoredo
Ondeando levemente
E as ondas sussurram
Reflectindo o Firmamento.
 
Alguém a contar
A tentar lembrar
A tua história.
 
E sempre os Poetas
Santos e Eremitas,
Escutam …
Como Eles sabem escutar …
 
E o teu falar
Levado nas ondas do Mar
Agitado e convulso
E o Vento
De Terras distantes …
 
É teu e um pouco,
Meu …
Para além de tudo! …
 
Maria Luísa Adães
Blog da autora, ver aqui:
http://prosa-poetica.blogs.sapo.pt/2008/04/
publicado por João Chamiço às 22:08
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito

.mais sobre mim

.Agosto 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. JOÃO SILVESTRE

. ROSILDO OLIVEIRA

. FERNANDO NEVES DIAS

. NÃO MORRO, PRA NÃO MORRER...

. MOVIMENTO - ROSILDO OLIVE...

. JOSÉ LIMA DE ANDRADE

. FALECEU MATIAS VERÍSSIMO

. CANÇÃO DO VENTO

. PALÁCIO DE...

. ...

.arquivos

. Agosto 2011

. Novembro 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Junho 2009

. Janeiro 2009

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

.tags

. todas as tags

.links

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds