Sexta-feira, 19 de Agosto de 2011

JOÃO SILVESTRE

AVÔ RIBATEJO

TEJO ARRIBA SAUDOSA FRAGATA

DE MEUS AVÓS, VELAS A TODO O PANO

"FIXA O LEME!, GRITA O MESTRE-"GAITA"

"OLHA O BAIXIO, AINDA TE ESGANO"...

 

MEU AVÔ, O MESTRE, PELE TISNADA

PELO SOL, PELO GELO, ERGUIA A VOZ!

TEJO ABAIXO, MELÕES, CORTIÇA, A BARCADA

ALMEIRIM, Vª FRANCA, ALHANDRA, ENFIM A FOZ!

 

TEJO ARRIBA, AÇÚCAR, O FIEL AMIGO, O SAL...

VENCER A VIDA, A CORRENTE DO RIO GRANDE

DURA EMPRESA, FRAGATA, ESTREITO O CANAL

RIJOS HOMENS, MÃOS DE AÇO, ALMA DE GIGANTE!

 

RIBATEJO ANTIGO, BELO, VIDA MARINHEIRA

AS VELAS BRANCAS TEJO ARRIBA, TEJO ABAIXO

ASAS DE GAIVOTAS, VISTAS DA RIBEIRA ....

DE SANTARÉM, DE VALADA, DO CARTAXO...

 

SAUDADES RIBATEJANAS DE OUTRA ERA

ECOS DO VENTO, NA CALMARIA A ESPERA

ANCORADOS AOS PÉS DE SANTA IRIA !

 

ORANDO SUAS PRECES, HOMENS DE FÉ

ROGANDO PELO VENTO, FOSSE BOA A MARÉ

LOBOS DO TEJO, DEVOTOS DA SANTA, SUA GUIA!

 

AOS MEUS AVÓS E MEU PAI

 

João Silvestre

publicado por João Chamiço às 12:19
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.mais sobre mim

.Agosto 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. JOÃO SILVESTRE

.arquivos

. Agosto 2011

. Novembro 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Junho 2009

. Janeiro 2009

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

.tags

. todas as tags

.links

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds