Sexta-feira, 22 de Agosto de 2008

MATIAS VERÍSSIMO BENTO

 

20 Quilómetros são
A grande competição
Que em Almeirim se renova,
E de todos os lugares
Vêm atletas aos milhares
Para disputar a prova.
 
Cada qual com o seu porte,
Porém, todos de alma forte
E vontade de vencer;
Mas há sempre uma surpresa,
Pois ninguém tem a proeza
De chegar, ver e vencer.
 
Nem que corra como as corsas,
Tem de dosear as forças
Durante a longa corrida;
Mete em África uma lança
Quase mantém viva a esperança
Que acalentava à partida.
 
Quer das pernas quer dos braços,
São naturais os cansaços
Mesmo até num campeão;
De mais ou menos idade,
Todos em pé de igualdade
Corre que corre lá vão.
 
Corpo são e mente sã,
Nem o frio da manhã
De Inverno, a chuva, a geada,
Lhes arrefece a paixão,
Que o bater do coração
Marca o ritmo da passada.
 
Corpo alagado em suor
Seja melhor ou pior
Pois não há bom nem ruim
Maior ou menor atleta,
Eis que a volta se completa
Como um abraço a Almeirim.
 
Um abraço de amizade
Que envolve a nova cidade,
De pergaminhos antigos.
Franqueando a sua pista,
Assim Almeirim conquista
Mais uns milhares de amigos.
 
À tarde no pavilhão,
A justa consagração
Que aos atletas dá conforto,
Seja último ou primeiro,
Todos têm lugar cimeiro
Todos honram o desporto.
 
Matias Veríssimo Bento
publicado por João Chamiço às 00:13
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

.mais sobre mim

.Agosto 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. MATIAS VERÍSSIMO BENTO

.arquivos

. Agosto 2011

. Novembro 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Junho 2009

. Janeiro 2009

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

.tags

. todas as tags

.links

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds